Conteúdo

Presidente da FENTEC irá comandar a FLATIC


Durante o 2º Congresso Latino Americano da FLATIC, em São Paulo, no último dia do evento, 14 de abril, Wilson Wanderlei Vieira tomou posse e irá comandar a Federação Latino-Americana de Trabalhadores das Indústrias e da Construção – FLATIC, na gestão 2007-2011.Além da nova função, Wilson Wanderlei Vieira também é presidente do Sindicato dos Técnicos Industriais de Nível Médio do Estado de São Paulo – SINTEC-SP e da Federação Nacional dos Técnicos Industriais – FENTEC; e vice-presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL.

Muito emocionado, o presidente eleito por unanimidade, disse que está consciente dos desafios dos próximos quatro anos. “O meu compromisso com todos vocês é o de lutar, manter as vitórias já conquistadas e buscar outras, mesmo porque o nosso campo de batalha é imenso.
”Congresso O 2º Congresso Latino Americano da FLATIC - Federação Latino- Americana dos Trabalhadores das Indústrias e da Construção, aconteceu em São Paulo, entre os dias 12 e 14 de abril, tendo sua abertura oficial na sede da Federação dos Trabalhadores da Indústria da Construção Imobiliária de São Paulo – Feticon e os trabalhos realizados no Hotel Excelsior.
O evento que acontece a cada dois anos reuniu líderes sindicais de vários setores da indústria, como os segmentos de alimentação, têxtil, calçados, couro e construção, além de presidentes de Entidades de 16 países da América Latina e do Caribe, como Colômbia, Chile, Costa Rica, Curaçao, Haiti, Honduras, Panamá, Paraguai, República Dominicana, Argentina, Bélgica e Venezuela.

Durante o evento foi aprofundado o estudo sobre as mudanças do trabalho no mundo, baseadas no desenvolvimento tecnológico e na crescente competitividade. Foi feita também uma reflexão sobre o papel dos sindicatos em proteger e defender os mercados internos, para permitir um desenvolvimento industrial que empregue mais trabalhadores e que conquiste vitórias na diminuição de acidentes de trabalho e no fechamento de empresas nacionais nos vários países, sem justificativas.
O Congresso reformulou os estatutos da FLATIC e estabeleceu uma nova declaração de princípios, de concepção humanística, em que o homem e a mulher têm direito a vida digna, ao trabalho, a uma remuneração justa, a igualdade e o direito de organização.
Segundo Carlos Gaitán, agora presidente de honra da FLATIC, o 2º Congresso foi de extrema importância para as categorias representadas, pois trouxe a discussão inúmeros problemas enfrentados pelo setor em toda a América Latina.
O presidente eleito da FLATIC enfatizou que a troca de experiências realizada durante o Congresso foi muito proveitosa e agradeceu a oportunidade da confraternização com os companheiros do Brasil, Francisco Antonio Feijó, presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL; e Luis Eduardo Gautério Gallo, tesoureiro da CLAT e de outros países, como Eduardo García Moure, secretário geral da CLAT e Carlos Gaitán, presidente de honra da FLATIC, entre outros, ressaltando que: “Estamos todos juntos nesta luta”.

Nova diretoria da FLATIC, gestão 2007-2011